• Categorias
  • Meu Quase Primeiro Beijo


    Não se desespere, o primeiro beijo nem sempre acontece da maneira mais tradicional.



    Podem tentar me convencer do contrário, tirar a magia da situação e até tentar transformá-la em algo irrelevante, não tirarão de mim uma ideia que tenho desde a infância: o primeiro beijo é um dos acontecimentos mais importantes da vida de qualquer garota. Uma espécie de ritual de passagem. Sempre fui contra qualquer tentativa de banalizar o beijo na boca, o primeiro beijo então nem se fala.
                    
    Uma garota que há pouco tempo brincava de bonecas está tendo uma relação mais íntima com outra pessoa, é inevitável que ela se torne um pouco mais mulher depois disso, e por esse motivo é que não dá para tratar esse acontecimento como qualquer coisa.
                    
    Sempre idealizei meu primeiro beijo, sonhava com o príncipe encantado, pé se levantando e música romântica ao fundo. E nessa época minhas maiores preocupações eram o momento certo de abrir os lábios e o lado para o qual eu deveria virar a cabeça. Imagina se na hora eu fizer tudo errado? Nenhum garoto no mundo vai querer uma garota que não sabe beijar.
                    
    Um dia estava voltando da escola quando um colega me disse que estava gostando de mim. Tinha a certeza de que não existia a possibilidade de acontecer algo entre nós e disse isso para ele, porém, quando íamos nos despedir o Carlos* me segurou e tasc! Me deu um beijo na boca. Foi rápido e inesperado, mas não deixou de ser um beijo, meu primeiro beijo.
                    
    Me desesperei e fiquei umas duas semanas sem conversar direito com o Carlos, não consegui acreditar que em alguns segundos aquele idiota tinha destruído o conto de fadas com o qual eu sonhei uma vida toda. Nós só temos direito a um primeiro beijo e o Carlos estragou a minha única oportunidade. Nunca mais nos beijamos e depois de algum tempo nem nos falávamos mais.
                    
    Algum tempo depois conhecei uma pessoa muito especial, e após uns dois meses de amor não correspondido nós acabamos ficando. E o nosso primeiro beijo? Bom, ele foi lindo. Tinha amor, paixão, o pezinho levantando e música romântica tocando dentro da minha cabeça, enfim, foi perfeito e eu sei que vou me lembrar dele para o resto da vida. E quanto ao Carlos, o máximo que eu consigo fazer hoje em dia é rir da situação.

    O ponto no qual quero chegar é que uma primeira experiência ruim não pode estragar uma vida amorosa inteira. E daí se o primeiro beijo oficial foi muito ruim? Não importa. O que vale mesmo é que às vezes o segundo ou o terceiro beijo pode ser muito mais maravilhoso, e isso ninguém pode mudar. E quando me perguntarem como foi meu primeiro beijo eu só terei uma resposta: Foi lindo, como nos contos de fada.

    *Os nomes foram trocados.
    COMENTÁRIOS DO FACEBOOK
    COMENTÁRIOS DO BLOGGER

    0

    Postar um comentário



     
    Copyright © Blog da Vanessa | Todos os direitos reservados | Desenvolvimento por VR DESIGN :: VOLTE AO TOPO