• Categorias
  • É Tudo Coisa de Adulto


    A pré-escola é uma época boa da vida, os primeiros dias de aula então nem se fala, dois minutos de conversa eram suficientes para que uma amizade se iniciasse. A melhor parte é que sua nova amiga não ligava se você tinha o carro do ano, roupas da moda ou sapatos de marca, ela simplesmente gostava de você, e isso era suficiente para que vocês se tornassem amigas para sempre. Adulto se esquece de valorizar o que cada pessoa realmente é, lá na essência.

    Lembro-me do quanto é gostoso escolher uma carreira quando se é criança, nós montamos as combinações mais loucas que se possa imaginar e o mais lindo é a maneira como tudo parece possível. Eu, por exemplo, queria ser bailarina, professora e atriz de novela mexicana. Hoje em dia me resumo a uma aspirante a escritora, que cursa engenharia civil e queria muito estudar jornalismo. Adulto se esquece de sonhar.

    Sabe quando a professora mandava todo mundo pintar um desenho? Você caprichava nas cores e se esforçava para não sair do limite, dava o melhor de si, mas era o desenho do seu amiguinho que a professora escolhia para elogiar na frente da turma toda. Nós sentíamos raiva da professora, do amiguinho e até dava vontade de rasgar o desenho, mas depois de alguns minutos tudo passava, e a brincadeira recomeçava como se nada tivesse acontecido. No fim do dia, quando mostrássemos o desenho para a mamãe, ela o classificaria como “o melhor desenho do mundo” e o colocaria na porta da geladeira para todo mundo ver. Isso seria o bastante para nós nos considerarmos os artistas mais talentosos do universo e esquecermos o tal elogio que a professora fez ao amiguinho. Adulto se esquece de acreditar em si mesmo, esquece que levantar e seguir a vida é mais importante do que ficar no chão lamentando o fracasso.

    Quando crescemos, as experiências da vida pouco a pouco vão fazendo com que a gente amadureça. Às vezes é doloroso, sofrido. Às vezes traz alegrias, prazer. Mas como diria o poeta Cazuza “faz parte do meu show”. No fim nós percebemos que todo acontecimento dessa vida traz consigo algum aprendizado. Ao passo em que se ganha, também se perde, e ao longo dessa estrada muita coisa escapa. Nós vemos irem embora inocência, confiança, fé, e ás vezes, quando percebemos que deixamos tudo isso cair, já é tarde demais. Adulto esquece muita coisa ao longo da vida, mas a pior parte é que quando a gente cresce, se esquece de ser criança.


    “Vago na lua deserta, das pedras do Arpoador
    Digo "alô" ao inimigo, encontro um abrigo no peito do meu traidor.
    Faz parte do meu show, faz parte do meu show, meu amor.” Cazuza
    COMENTÁRIOS DO FACEBOOK
    COMENTÁRIOS DO BLOGGER

    6 ♥

    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      ResponderExcluir
    2. Lindo texto,também lembro quando saia correndo só para abraça minha mãe e quantas vezes dizia que amava tudo,os amiguinhos a escola a professora.
      porqueestrelas.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Me lembro de fazer coisas assim também rsrs'

        Excluir
    3. Ainda temos muito pra aprender com as crianças, que não foram totalmente influenciadas pelo meio e pelo sistema por que estão distraidas com o prazer das brincadeiras.
      Porém, acredito que nem todos adultos não acreditam em sí mesmos, o fato é que a vida exige muito mais da gente e isso nos desmotiva. Quando perdemos a motivação, perdemos os sonhos e a vontade de correr atrás daquilo que sempre queriamos. Ainda bem que nem todos adultos perdem a motivação :)
      Eu por ex só perdi parte dela kkkkkkkkkk

      ResponderExcluir



     
    Copyright © Blog da Vanessa | Todos os direitos reservados | Desenvolvimento por VR DESIGN :: VOLTE AO TOPO