• Categorias
  • Eu Não Te Amo


    Ele vai dizer que manter relacionamentos sérios nunca foi o seu ponto forte e que seus namoros nunca duraram mais do que três meses. Não é que tempo seja primordial, na verdade ele nunca foi, até porque nunca serviu para medir a intensidade dos sentimentos de ninguém. Mas ele (o homem e não o tempo) fazia questão de gritar aos quatro ventos que tinha um gênio difícil de lidar, que ninguém aguentava aquele seu jeito cheio de manias e que hoje em dia todo mundo é igual e por isso ele se enjoava fácil das pessoas.
                   
    Ele vai dizer que tinha medo de se envolver, medo de dizer um sim e só depois descobrir que não era aquilo que ele realmente queria. Vai repetir umas quinhentas vezes que a última coisa que ele desejava era te magoar ou te machucar de alguma forma, e que tudo que ele fez ou deixou de fazer foi para o seu bem, porque não queria que você criasse expectativas que ele não poderia suprir.
                   
    Está vendo? Ele já inverteu o jogo! Quis mostrar que tudo girava ao seu redor quando na verdade ele não conseguia parar de olhar para o próprio umbigo.
                   
    Ele vai dizer que é um espírito livre e que no momento não se sente preparado para se prender a alguém. Vai dizer que ainda é imaturo, que precisa de um tempo só pra ele, pequenos períodos de diversão com os amigos sem ter que dar satisfação a ninguém, e que com tudo isso não sobraria tempo para dar a atenção que uma garota como você merece.
                   
    Olha só o jogo se invertendo novamente...
                   
    Ele vai usar uma das frases mais clichês existente e dizer que o problema não é com você, é com ele. Vai inflar o seu ego dizendo que você é a esposa dos sonhos, a nora que toda sogra gostaria de ter e que você é a pessoa certa, mas que infelizmente apareceu no momento errado. Que droga de hipocrisia é essa? Como já li em uma citação da escritora Liliane Prata, se a pessoa certa apareceu na hora errada é porque não era a pessoa certa. Simples assim.
                   
    Acontece que todas essas palavras não são mais do que desculpas, como diria minha mãe “encheção de linguiça”, eufemismos usados por quem tem medo de dizer a terrível frase: Eu não te amo. Porque se dá um jeito em corações inquietos, personalidades complicadas e defeitos que pareciam ser irremediáveis. Conserta-se o medo, o egocentrismo e até mesmo a insegurança. Mas a falta de amor, ah, pra essa nós ainda não conseguimos encontrar a cura.
    COMENTÁRIOS DO FACEBOOK
    COMENTÁRIOS DO BLOGGER

    2 ♥

    1. Caramba.............................. Descreveu meu último (?) relacionamento. Será que ele leu seu texto antes de falar comigo e tirou todas as ideias daí?

      Beijos e parabéns!
      Érica
      http://www.conversasemilkshakes.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir



     
    Copyright © Blog da Vanessa | Todos os direitos reservados | Desenvolvimento por VR DESIGN :: VOLTE AO TOPO