• Categorias
  • Padrão de Qualidade


    Sempre fui bem eclética em todas as áreas da vida, nunca gostei muito de rótulos, definições, de dar nome e significado a tudo que está ao nosso redor, e isso não é algo forçado porque é bem natural para mim essa vontade de conhecer tudo que a vida oferece, aproveitar todas as oportunidades disponíveis. Assisto, ouço e leio de tudo um pouco, e confesso que adoro essa minha bagunça toda diversificada. Vou de Game of Thrones à True Jackson, de Engenheiros do Hawaii à Demi Lovato, de Dan Brown à Meg Cabot... É claro que em cada um desses campos eu tenho os meus gêneros preferidos, mas nós temos uma diversidade tão grande de assuntos e materiais disponíveis que chega a ser um desperdício se limitar. E mesmo que a gente goste muito de algo, precisamos concordar que fazer sempre a mesma coisa cansa né?
                   
    Toda essa minha variedade fez com que eu passasse por algumas situações meio desconfortáveis. Eu que adoro acompanhar todas essas séries jovens do Disney Channel e do Nickelodeon já ouvi várias vezes que não tenho mais idade para assistir esse tipo de programa. Dá pra acreditar? Depois que passei dos dezoito pensei que não precisaria sofrer mais nenhum tipo de censura com relação à programação da TV. Pelo jeito eu estava enganada... Quando o assunto é música então a história fica ainda pior. Muitas vezes a repreensão parte da própria pessoa, como acontece com aquele tipo (bem comum por aí) que curte ouvir uma certa música, mas adora buscar frases de cantores consagrados e postar em todas as redes sociais numa tentativa (muito frustrada, aliás) de parecer um alguém diferente daquele que realmente é. Sinceramente, acho esse tipo de “jogo” completamente desnecessário, já que gosto musical não faz ninguém ser melhor ou pior. Ouço músicas de artistas antigos, mas também escuto muitos cantores que acabaram de surgir, desses que tocam na rádio o tempo todo. Nunca me envergonhei de nada que ouço porque, em minha opinião, ser eu mesma deve ser muito mais importante do que satisfazer a opinião alheia.
                   
    Amo ler todos os tipos de livros, mas preciso confessar que os meus preferidos são os infanto-juvenis. Infelizmente tem quem pense que alguns gêneros específicos tem mais qualidade que outros. O hábito da leitura pode trazer inúmeros benefícios para um indivíduo e eu acredito que esse costume deve ser incentivado independente de qualquer coisa. Nesse caso em particular, eu gostaria muito que as pessoas deixassem um pouco de lado suas preferências particulares e dessem mais valor à leitura como um todo, porque se tem algo que me desanima completamente é ter que escutar algumas pessoas inflando o peito de orgulho parar gritar aos quatro ventos que literatura de verdade são só os clássicos. Eu me pergunto quando é que esse tipo de gente vai dar valor ao que está sendo escrito hoje? Será que os livros da atualidade só terão importância quando passar tempo suficiente para que eles se tornem clássicos também?
                   
    O que me incomoda de verdade é toda essa rigidez, essa necessidade de se transformar só parar se encaixar nesses modelos que sabe-se lá quem inventou. Será que é tão difícil assim entender e aceitar que nós somos diferentes? Eu sei, todos têm motivos para justificar cada uma de suas preferências, mas deixa eu te falar uma coisa que talvez você nunca tenha escutado: O fato de você gostar de algo, não faz com que ele seja bom. E quer saber de outra coisa? O fato de você não gostar de algo, não faz com que ele seja ruim. Simples assim. Não há necessidade de impor o que você gosta para as outras pessoas, e saiba que a vida fica bem melhor assim, com cada pessoa sendo completamente diferente da outra. Pensa que chatice seria um lugar onde todos são iguais? Só quero que vocês entendam que gosto pessoal não é padrão de qualidade e que ninguém precisa invadir as particularidades um do outro. Mas não precisa se preocupar não, esse planeta é bem grande, te garanto que tem espaço pra todo mundo.
    COMENTÁRIOS DO FACEBOOK
    COMENTÁRIOS DO BLOGGER

    3 ♥

    1. Eu também me revolto com pessoas que querem moldar as outras!
      http://toobege.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    2. Ameei o texto! Mandou bem demais! Como sempre...hehe (:

      ResponderExcluir



     
    Copyright © Blog da Vanessa | Todos os direitos reservados | Desenvolvimento por VR DESIGN :: VOLTE AO TOPO