• Categorias
  • Não sei se foi você ou se fui eu.



    Sabe quando você recebe um prato recém-preparado da sua comida preferida e está louco para experimentá-la? Você sabe que ele está muito quente, dá até para ver a fumaça saindo e se espalhando pelo ar, mas prefere se enganar dizendo para si mesmo que ele nem deve estar tão quente assim. Você experimenta um pouco da comida e então queima a língua, o céu da boca e confirma que realmente estava muito quente. E admite que é melhor esperar esfriar antes de comer um pouco mais. Você sempre soube qual era a escolha certa a se fazer, mas precisou da dor para admitir e aceitar isso.

    Apaixonar-me por você foi como experimentar a minha comida preferida.

    Sempre soube que gostar de você não era a melhor opção e acredite em mim quando digo que tentei fugir desse sentimento de todas as maneiras que estavam ao meu alcance. O problema é que sempre que eu sentia o cheiro bom do seu cabelo ou ouvia essa sua risada gostosa minha razão voava pelos ares e eu só queria saber de ficar cada vez mais perto de você.

    Eu sabia que queimaria a língua. E queimei. E confesso que doeu muito mais do que eu podia imaginar. Eu me enganava dizendo que você não me afetava tanto assim quando mesmo os menores sinais já diziam o contrário. Meus amigos diziam que bastava reparar na maneira como eu te olhava para saber o que eu estava sentindo, e quer saber de uma coisa? Eles tinham razão.

    Hoje não escrevo para me fazer de vítima ou para te colocar numa posição de culpada. Você não fez nada de errado, apenas foi fiel aos seus sentimentos assim como eu fui fiel aos meus e não há absolutamente nada de errado nisso. Só quero que entendam que da mesma maneira que cobram que eu aceite a falta de amor em você preciso que aceitem a presença dele em mim.

    Nunca tive a intenção de te cobrar mais do que você podia me oferecer, mas sinto que em certo momento os sentimentos fugiram do meu controle e passaram a caminhar com as próprias pernas. Sempre soube que meu sentimento por você estava fadado ao fracasso, mas infelizmente isso não faz e nunca fez com que eu gostasse menos de você. A verdade sempre esteve ali, só uma pena eu ter precisado da dor para conseguir enxerga-la.




    *Trecho da música “Beijos, blues e poesia.”
    COMENTÁRIOS DO FACEBOOK
    COMENTÁRIOS DO BLOGGER

    0

    Postar um comentário



     
    Copyright © Blog da Vanessa | Todos os direitos reservados | Desenvolvimento por VR DESIGN :: VOLTE AO TOPO